Ponto Zero (Técnica Avançada de Treino que vai Explodir seus Músculos)

Vote neste post
Técnica Ponto Zero criada pelo Fernando Sardinha Ponto Zero (Técnica Avançada de Treino que vai Explodir seus Músculos)

Ponto Zero é uma técnica de treino exclusiva do Programa Sardinha Evolution pensado pelo maior fisiculturista do Brasil.

Treinar com orientação de uma fera do fisiculturismo, que já ganhou mais de 120 troféus, graças a sua performance muscular e de força, sem dúvida é o  máximo.

A alta intensidade que a técnica propõe é para aqueles que se dedicam integralmente a proposta de ganhar músculo denso e forte.

Diante disso, dá para imaginar o que vamos abordar neste artigo, nada menos que detalhes relevantes sobre a proposta de treino que Fernando Sardinha dedicou-se em criar.

Sendo assim, se você já treina e quer aprender com o campeão e melhorar a musculatura, sugerimos que leia e visualizem os vídeos na íntegra, para se render sábia e dedicadamente ao método Ponto Zero.

Ponto Zero e o seu criador!

Ponto Zero é a pérola do Programa Sardinha Evolution que tem, nada menos que Fernando Sardinha como idealizador.

Pois bem, antes de esmiuçar essa etapa de treino, devemos educadamente e respeitosamente saber mais sobre o autor.

O Atleta brasileiro Fernando Sardinha é o que detém a maior galeria de troféus, medalhas e premiações em campeonatos de fisiculturismo dentro e fora do Brasil.

Sua trajetória profissional no bodybuilder iniciou aos 20 anos, mesmo contrariando a vontade dos pais.

Participações relevantes em eventos internacionais  como Mr. Universe NABBA, lhe renderam a terceira posição, dois vice-campeonato no Mr. Universe 2016/2017 e um primeiro lugar no Excalibur 2017 (Overall NPC).

Contudo, Fernando Sardinha é muito bem posicionado no ranking do fisiculturismo brasileiro, pois ele é, um dos com maior número de troféus no mundo.

A técnica Ponto Zero, assim como o reconhecimento de outros atletas é fruto de anos de estudos.

Dono de um currículo que engloba:

# Preparador físico;

# Personal trainer;

# Árbitro NABBA – National Amateur Body-Builders’ Association do Brasil;

# Membro docente NABBA – National Amateur Body-Builders’ Association do Brasil;

# Árbitro IFBB – Federação Internacional de Fisiculturismo & Fitness

E ainda, podemos ser agraciados com o perfil de um palestrante  motivacional.

Que tem dedicação incansável de atingir e de incentivar sempre a alcançar um patamar mais alto na vida e nos esportes.

São mais de 30 anos de estrada, 119 medalhas, 120 troféus e ainda uma rotina de treino, dietas e dedicação para ajudar quem desejar a transformar o físico, entregues no Programa Sardinha Evolution.

Contudo, a parte específica chamada de Ponto Zero é a mais importante para quem deseja melhorar a dinâmica de grupos musculares.

Ponto Zero e a Ideia Principal

O método Ponto Zero foi criado com o propósito de tornar mais rápido e maximizar os resultados nos treinos de musculação.

E não é difícil entender porque essa técnica é tão efetiva e gera resultados tão rápidos…

Basicamente, a execução de cada exercício consiste em 2 fases: Concêntrica e a Excêntrica.

A fase concêntrica, como o próprio nome sugere, é a fase de contração do músculo, situação onde pesos são erguidos ou arrastados.

Por exemplo, na rosca direta, a fase concêntrica ocorre no momento que a barra é levantada mais acima do peito.

E na fase excêntrica, ocorre justamente o contrário. Esse é momento em “baixamos” o peso.

Concêntrica e Excêntrica? Porque se fala tanto no Ponto Zero?

A combinação de contrações musculares excêntricas e concêntricas produz maiores resultados no treinamento de força, pois aumenta a resistência e a massa muscular.

#1 – Fase Concêntrica

É um tipo de ativação muscular que causa tensão no músculo ao encurtar.

À medida que o músculo encurta, gera força suficiente para mover um objeto. Este é o tipo mais popular de contração muscular.

No treino de bíceps é um movimento concêntrico de fácil reconhecimento.

Quando você ergue um haltere em direção ao ombro, pode notar que o músculo bíceps incha quando encurta.

Este tipo de movimento é uma das principais formas de fortalecer o músculo e estimular a hipertrofia – um aumento no tamanho do músculo.

Embora eficaz, esse tipo de contração sozinha não produzirá resultados de força ou massa em comparação com exercícios que combinam contrações musculares diferentes.

 

#2 – Fase Excêntrica

Contrações excêntricas estão alongando os movimentos de seus músculos.

Durante este movimento muscular, as fibras musculares são alongadas sob tensão de uma força maior do que o músculo gera.

Ao contrário da fase concêntrica, os movimentos excêntricos não puxam uma articulação na direção de uma contração muscular.

Em vez disso, desacelera uma articulação no final de um movimento.

Usando o mesmo exercício de bíceps, a força para trazer um haltere de volta ao quadríceps do ombro é um movimento excêntrico.

Você pode notar o alongamento do seu músculo quando ele é ativado.

Porque saber disso é tão importante?

Quando você apenas sai executando uma sequência de treino sem entender realmente a porque por detrás de cada treino, parte do seu subconsciente tende a não dar valor.

Se você entende de verdade o que envolve a essência de cada sequência e principalmente o porquê você precisa fazer aquele passo a passo, seu subconsciente encontra uma razão.

E quando você tem uma razão para fazer algo, seu cérebro encontra uma forma para que você possa executar.

Afinal sabemos que o objetivo comum aos treinos de musculação é certamente, aproveitar o máximo do momento, muitas vezes elevar nossa autoestima e performance.

No método Ponto Zero o que podemos perceber é a maior dedicação para explorar toda possibilidade do movimento isométrico.

E certamente, aproveitar o máximo do momento da aplicação destes movimentos.

Sendo assim, na técnica Ponto Zero o que podemos perceber é a maior dedicação para aproveitar toda magnitude que a isometria traz.

Ponto zero e a importância do Movimento Isométrico

Não se aflija se o que estamos tentando explicar com palavras acabe dando um ‘nó’ no seu cérebro, pois disponibilizaremos vídeos explicativos, okay?

Revisando o que é movimento isométrico temos que:

Exercícios isométricos são aqueles em que existe a demanda de força estática, onde articulações não se movimentam e músculos não chegam a expirar na distância longitudinal.

Já, movimentos isométricos são contrações musculares que não causam movimento nas articulações.

Nesse movimento seus músculos são ativados, entretanto eles não precisam alongar ou encurtar.

Dessa forma as contrações isométricas geram força e tensão sem qualquer movimento através de suas articulações como resultado.

Sardinha Evolution Ponto Zero (Técnica Avançada de Treino que vai Explodir seus Músculos)

A melhor maneira de visualizar esta contração é através do ato de empurrar contra uma parede.

Conforme você executa essa ação, a tensão aplicada ao músculo alvo é consistente e não excede o peso do objeto ao qual você está aplicando força.

Exercícios com essa ação isométrica são providenciais para ampliar o condicionamento de grupos musculares, agregando muito para o ganho de força, além de volume.

Praticantes de luta livre, bodybuilders são esportistas que se beneficiam amplamente de exercícios que prezam a ação isométrica.

E isso, é sabiamente explorado no programa de  treino do Fernando Sardinha.

E de repente a mágica do Ponto Zero acontece…

Treinos que levam o movimento isométrico em consideração são preponderantes e as vezes rotulados de insanos, ou você pensava que as ‘caras e bocas’ que aparece no vídeo eram forçadas?

Isso porque, cientificamente inclusive, sabe-se que treinos para resultados precisam levar o músculo a exaustão.

O treino até a ‘falha’, mesmo com diferença de carga, é que nos levará a hipertrofia, contudo, desde que microlesões ocorram.

Em suma o tecido fibroso precisa ser  literalmente surrado e na sequência escangalhado para assim garantir que se alcance a hipertrofia.

No Ponto Zero, você se vê obrigado a explorar todo potencial muscular para atender a demanda de carga na posição citada acima.

Porém, é fato que o método Ponto Zero não observa apenas desenvolver isometria com amplo estresse sobre grande quantidade de fibra muscular.

Porque ainda é preciso observar o momento certo disso acontecer, ou seja, exatamente na fase excêntrica da sequência.

Pois é exatamente neste curto espaço excêntrico do movimento, especificamente no finalzinho, que podemos apreciar a vulnerabilidade muscular a ser ‘trabalhada’ com o Ponto Zero, propícia para fazer crescer o músculo de forma bem mais acentuada em tempo e volume.

Aplicando a constrição do  movimento isométrico neste resquício de espaço, você estará gerando sinergia entre dois pólos:

# Ruptura ideal  do músculo;

# Contrações focadas para manipular esses músculos.

É fato que esse término de execução do movimento excêntrico quase sempre é posto fora porque a lei da gravidade permanece.

O que é considerado desperdício pelo profissional Fernando Sardinha, cuja intenção como o método Ponto Zero é explorar justamente isso, ou seja, essa parte esquecida do movimento.

Ponto Zero é foca na Qualidade e não Quantidade!

Nada resume melhor que essa frase do subtítulo o programa Ponto Zero de treino para musculação.

Podemos complementar ainda, reforçando que a conexão consciente do movimento com a mente é essencial no Ponto Zero.

E, que, gradualmente, ganhará também muito mais autonomia para suportar qualquer programa de treino que ainda está por vir.

Destacamos ainda que a técnica do Fernando Sardinha não quer te fazer ‘puxar ferro’  e contar com impulsos generosos para executar o exercício.

Mas, sim propõe o crescimento de carga gradual, após compreender profundamente como aplicar o método Ponto Zero.

Aliás, algumas vezes, no início principalmente, o que vai precisar é usar ironicamente pesos até bem leves.

Pois afinal, o propósito é expandir a execução do movimento aproveitando a performance deste final de sequência.

Cargas serão aumentadas conforme o progresso, que normalmente é percebido a cada semana.

Conforme vários adeptos do programa Ponto Zero, que se revelaram surpresos com o crescimento muscular e aumento de força com o método.

Explorar o Ponto Zero é possível para vários Exercícios

Essa talvez seja a parte mais funcional do programa Ponto Zero: Ele serve para diferentes tipos de exercícios e propósitos.

Obviamente que você deve seguir um programa, mas o plano de treino Ponto Zero atende demandas:

Para treinar músculos de tração;

Para treinar pernas;

Para treinar bíceps e tríceps;

Para treinar glúteos;

Para treinar abdômen…

Enfim, é uma técnica perfeita!!

Além de respeitada e que já foi usada em métodos semelhantes por atletas do bodybuilder como Dorian Yantes – um entre os mais importantes campeões mundiais de fisiculturismo.

Lembre-se ainda:

A execução perfeita tanto de movimentos, como a parada, assim como:

# Cuidar da dieta;

# Preservar o descanso;

# Suplementar…

Serão com certeza atitudes providenciais para a alta  performance da técnica e naturalmente a sua maximização muscular.

Porque o Ponto Zero funciona tão bem?

Simples! Porque é científico!

Pois para executar o treino usamos a biomecânica natural do corpo humano, porém pouco explorada em exercícios impensados.

Em suma, não existe fuga de aproveitamento do movimento, porque já, na primeira repetição toca carga é extraída do ponto de início a partir de uma nulidade (ponto zero).

E, todas as demais repetições estarão sendo produzidas como a primeira, sempre prezando o alongamento, a pausa e a retomada.

Ponto Zero no “Vamos ver pra Crer”

Sim, na técnica Ponto Zero o movimento isométrico sempre estará presente e ocorre ao final das repetições.

# Primeiro para evitar a exaustão muscular e regresso no momento inapropriado;

# Segundo porque o que se deseja é usurpar todos os benefícios da etapa excêntrica do movimento.

Além disso, o recrutamento de outras unidades motoras é muito superior com séries de isometria com Ponto Zero em prática.

A pausa, ao final da fase excêntrica, que precisa estar no mínimo 3 e no máximo 5 segundos servirá para reter o Ponto Zero sabiamente.

Para sua compreensão cabe este vídeo onde o personal aplica esse momento de introspecção do exercício. Acompanhe:

Como usar o Ponto Zero na Periodização

[embedded content]

Com 50cm de braço? Só 5kg de cada lado?

[embedded content]

Supino com apenas 20kg de cada lado?

Você pode gostar...

Deixa uma mensagem no whatsapp, responderemos assim que possível.

(11) 94272-6195